Condenado pela morte da estudante Aryane Thais se entrega à Justiça

15 de junho de 2016


Créditos: Reprodução WhatSapp
O bacharel em Direito Luiz Paes de Araújo Neto, condenado a 17 anos e seis meses em regime fechado pela execução pela morte da estudante Aryane Thays Carneiro de Azevedo, se entregou à Justiça Criminal no final da tarde desta segunda-feira (13). O jovem resolveu se apresentar no Presídio Sílvio Porto, localizado no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, local onde cumprirá a pena.

Luiz Paes foi condenado em pelo 1º Tribunal de Júri de João Pessoa em setembro de 2013, e teve a pena mantida pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba, em julho de 2014. Por unanimidade, o órgão fracionário negou provimento à Apelação Criminal (0016934-0220108152002) que pedia a nulidade do julgamento.

O acusado recorreu da sentença durante mais de dois anos, em tribunais superiores, em Brasília, mas todos os pedidos da defesa foram negados.

Entenda o caso

Luiz Paes foi apontado como o autor do homicídio praticado contra Aryane Thays, grávida em início de gestação, entre a noite de 14 e a madrugada de 15 de abril de 2010, em João Pessoa. Ela foi encontrada morta por asfixia. O acusado tinha sido apontado como pai do feto que a vítima mantinha em seu ventre.

O corpo de Aryane Thays foi encontrado às margens da BR-230, em João Pessoa, um dia após ter revelado estar grávida do réu. Ela estava sem blusa e com o zíper da calça aberta, o que para o Ministério Público foi uma tentativa do autor de confundir a polícia.

WSCOM Via Blog Nosso Paraná

0 comentários:

 
Taboleiro Grande News © 2011 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum