Inter decide Gre-Nal em 20 min, muda filme de 2006 e conquista o penta

4 de maio de 2015

http://cidadenewsitau.blogspot.com.br/
Nove anos depois, o filme da decisão do Campeonato Gaúcho com um clássico voltou a ser exibido no Beira-Rio, mas teve final diferente. Com um início arrasador,

o Internacional decidiu o jogo em menos de vinte minutos e venceu o Grêmio por 2 a 1. Gols de Nilmar e Valdívia para o Colorado e Giuliano para o tricolor. Com o troféu, o time vermelho chega ao pentacampeonato estadual.

Depois do empate sem gols na Arena, no domingo passado, os dois lados voltaram no tempo e passaram a viver a angústia que marcou a final de 2006. Naquele ano, o Grêmio de Mano Menezes empatou por um gol no Beira-Rio e conquistou o estadual. Agora em 2015 foi diferente, mesmo que na etapa final a queda de rendimento do Inter tenha dado esperança ao time dirigido por Felipão

O Grêmio começou a perder antes mesmo da bola rolar. Cristian Rodríguez, esperança da torcida, foi vetado por lesão na panturrilha e sequer ficou como opção no banco. No Inter, a escalação do segundo tempo do clássico na Arena foi usada e fez toda diferença. Com Valdívia no lugar de Nico Freitas, o time de Diego Aguirre foi melhor desde o primeiro segundo.

Fases do jogo: Um duelo quase injusto resume o primeiro tempo do clássico. De um lado a velocidade do Inter – com Aránguiz, Sasha, Valdívia e Nilmar, e de outro uma defesa exposta e lenta do Grêmio. O resultado foi um placar de 2 a 0 com 18 minutos de bola rolando e gritos de olé dos colorados com metade da primeira etapa em curso.

A intensidade e concentração do Inter foram a chave para um domínio avassalador. Aos seis minutos, Matías Rodríguez errou o passe e o ataque vermelho não perdoou. D'Ale para Nilmar. Nilmar para Valdívia e bloqueio da zaga. No rebote, Nilmar fez o primeiro.

Ligado em cada lance e pedaço do campo, o Colorado conseguiu até mesmo escapar do maior perigo do Grêmio. Após Fellipe Bastos cobrar falta e acertar a trave, William correu para evitar um lateral e criou a jogada que terminou com Nilmar dando meia-lua e passando de viagem o por Matías. Valdívia recebeu dentro da área, livre e solto, e executou o goleiro.

Só que no último minuto do primeiro tempo o Grêmio respirou. Depois de finalizações sem perigo algum de Braian Rodríguez e Luan, a bola parada recolocou o tricolor na partida. Rhodolfo desviou de cabeça e Alisson defendeu. No rebote, Giuliano marcou. O Inter foi para o vestiário pagando o preço por ter se desligado.

Na etapa final os dois lados vieram diferente. Braian Rodríguez deu lugar a Mamute e Nilmar foi substituído por Lisandro López. A troca de Felipão deixou o Grêmio mais agudo. Procurando faltas e escanteios para explorar a bola parada. O Inter, com sinais de cansaço, deixou o ritmo cair e parou de atacar. Alex e Alan Ruschel entraram no dono da casa e Everton nos visitantes. Rhodolfo foi expulso aos 43, mas nada disso mudou a história. Um filme diferente de 2006.

O melhor: Valdívia – rápido e objetivo, meia participou dos dois gols do Inter e incomodou a defesa do Grêmio o jogo todo. Com arrancadas, dribles na base da velocidade e jogo de corpo.

O pior: Fellipe Bastos – volante tinha a missão de anular D'Alessandro, mas com cinco minutos levou cartão amarelo e passou a ficar inibido. Além de falhar na missão básica, ainda errou o passe na jogada que originou o segundo gol do Inter.

Chave do jogo: Velocidade do Inter – com quatro jogadores rápidos, time de Diego Aguirre acossou a defesa do Grêmio e criou ótimas chances.

Toque dos técnicos: Diego Aguirre não repetiu a estratégia do jogo de ida, quando botou Nico Freitas e recheou o meio-campo de volantes. Com Valdívia, o Inter ganhou velocidade e foi muito intenso no primeiro tempo. Já Felipão repetiu o 4-2-3-1, mas desistiu de Fellipe Bastos e Braian Rodríguez. O volante foi sacado com 26 minutos após falhar em um gol do Colorado e levar amarelo muito cedo. Já o centroavante saiu no intervalo. Com Walace e Mamute, o tricolor foi menos frágil.

INTERNACIONAL 2 X 1 GRÊMIO

Data:03/05/2015 (domingo)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Rafael Dias Alves e Marcelo Barison
Renda: R$ 1.993 870,00
Público: 41 791 (total)
Cartões amarelos: Fellipe Bastos (GRE), Marcelo Oliveira (GRE), Walace (GRE); Ernando (INT) Aránguiz (INT), Valdívia (INT).
Cartões vermelhos: Rhodolfo (GRE)
Gols: Nilmar, do Inter, aos 6 minutos do primeiro tempo; Valdívia, do Inter, aos 18 minutos do primeiro tempo; Giuliano, do Grêmio, aos 46 minutos do primeiro tempo;

INTERNACIONAL
Alisson; William, Ernando, Alan Costa e Geferson (Alan Rushel); Rodrigo Dourado, Aránguiz, Eduardo Sasha, D'Alessandro (Alex) e Valdívia; Nilmar (Lisandro López).
Técnico: Diego Aguirre

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Matías Rodríguez, Erazo, Rhodolfo e Marcelo Oliveira; Fellipe Bastos (Walace), Maicon, Giuliano, Douglas (Everton) e Luan; Braian Rodríguez (Yuri Mamute).
Técnico: Felipão

Fonte: Uol

0 comentários:

 
Taboleiro Grande News © 2011 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum