COMUNICADO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TABOLEIRO GRANDE

29 de novembro de 2014

Prezados Munícipes Taboleirenses, é com muita tristeza que comunicamos à vocês a inviabilidade da realização da Festa de Emancipação de Nossa cidade. É certo que diariamente somos cobrados pela realização desse festejo que faz parte da cultura de nosso povo e tradicionalmente é comemorada no grandioso dia de 26 de Dezembro.
Precisávamos vir até vocês explicar a motivação que nos obriga a não realizar o festejo de nossa cultura. Infelizmente estamos passando pela pior crise em termos econômicos que já existiu para os Municípios, o FPM mensalmente vem caindo e dificultando a realização de qualquer reserva financeira para gastos extras com festejos.
É importante frisar que não realizamos Carnaval, São João e mais uma vez abdicaremos de nossas comemorações, tudo isso com vistas a não prejudicarmos a continuidade dos serviços de utilidade pública de nossa tão adorada Taboleiro Grande. Prefiro atender a população na área de Saúde e educação, na assistência social, viabilizar obras a ter de realizar um festejo que atenderá a alegria momentânea, mas depois deixará seqüelas econômicas irreparáveis na saúde, na educação na assistência social, no progresso de nossa cidade.
Precisamos esclarecer que desde março de 2013 estamos pagando mensalmente parcela dos precatórios junto ao TRT no montante de R$ 18.400,00 (dezoito mil e quatrocentos Reais), onde já alcançamos a cifra de R$ 386.400,00 (trezentos e oitenta e seis mil Reais e quatrocentos Reais) pagos de um total de 1.004.000,00 (hum milhão e quatro mil Reais) de dívidas deixadas por gestões anteriores, e que hoje movimentam economicamente nosso município à medida em que vão sendo liberados os montantes devidos aos servidores.
Por outro lado, encontramos dívidas do Diário Oficial da União no montante de R$ 2.700,00 (dois mil e setecentos Reais) que impedia publicações no órgão oficial, e que já foram pagas, e ainda realizamos parcelamento de dívida encontrada junto à COSERN no montante de R$ R$ 73.659,28 (setenta e três mil, seiscentos e cinqüenta e nove Reais e vinte e oito centavos) oriundo de contas não pagas de 2001 à 2012, onde já realizamos o pagamento de R$ 33.481,40 (trinta e três mil quatrocentos e oitenta e um Reais e quarenta centavos), tudo isto além das despesas mensais que a Prefeitura possui.
É importante dizer ainda que o Estado do Rio Grande do Norte publicou decreto determinando estado de emergência nos municípios, onde Taboleiro Grande encontra-se na lista, e onde o Ministério Público do Tribunal de Contas emitiu alerta para que os Municípios que estiverem em estado de emergência não realizem festejos ou gastos dispensáveis.
E assim, pensando no bem estar de nossa população, para que continuemos na luta para melhoria e progresso de nossa Taboleiro Grande, atendendo as determinações que o Estado do Rio Grande do Norte e que o Ministério Público do Tribunal de Contas expediram, resolvemos não investir em festejos com bandas para comemoração da emancipação política do Município.
Contamos com a colaboração e entendimento de todos vocês, e oramos para que o futuro seja melhor e que possamos, com a economia do município mais equilibrada, comemorarmos juntos a emancipação política de nosso Município num futuro próximo.

KLÉBIA FERREIRA BESSA FILGUEIRA

Prefeita do Município de Taboleiro Grande

Da Assessoria 

0 comentários:

 
Taboleiro Grande News © 2011 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum