Carnaval de Apodi ameaçado de não acontecer por falta de policiais e viaturas

25 de fevereiro de 2014

O promotor de Justiça Silvio Brito e o comandante da Polícia Militar Honorato Carvalho, de Apodi, se reuniram na manhã desta segunda-feira, 24, para buscar uma solução para a falta de policiais para garantir a segurança nos cinco dias de Carnaval.
Silvio Brito disse que as viaturas estão quebradas e tem em média apenas 7 policiais para fazer o trabalho de segurança ostensiva nas cidades de Apodi, Felipe Guerra, Severiano Melo, Rodolfo Fernandes e Itaú (cerca de 50 mil habitantes).
Ainda conforme o promotor, durante o carnaval deste ano estão sendo esperado mais de 50 mil pessoas por dia em Apodi. "Precisamos que seja feita fislicalização nas rodovias e um trabalho de segurança ostensivo forte dentro da cidade", destaca o promotor.
O promotor e o comandante vão conversar agora com o prefeito Flaviano Monteiro, para que seja adotadas algumas providências. "Não descarto a possibilidade, inclusive, de pedir o cancelamento da festa por falta de segurança", disse o promotor.
Semana passada, o promotor já havia enviado ao Poder Executivo de Apodi uma recomendação para que a Prefeitura reduzisse despesas com Carnaval e contrasse mais investimentos no atendimento as vítimas da seca.
Para os próximos dias, o promotor se prepara para expedir recomendações ao comando geral destinar mais policiais militares para a cidade de Apodi, uma das únicas cidades da região que terá carnaval, ou seja, terá um grande número de foliões.

BLOG: NO FOCO DAS NOTÍCIAS/ DE FATO.

0 comentários:

 
Taboleiro Grande News © 2011 | Designed by RumahDijual, in collaboration with Online Casino, Uncharted 3 and MW3 Forum